Loading...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Apolinário-O Homem-Dicionário

 Com rimas, Fábio Yabu conta saga de "Apolinário - o Homem-Dicionário"



Apolinário é um homem muito inteligente e apaixonado pelo nosso idioma. Nas rimas do livro, você vai descobrir que o problema é que ele era um tanto mal humorado e não perdoava um deslize sequer no português Ilustração: Daniel Bueno/Reprodução
Dia 10 de junho é comemorado no Brasil o Dia da Língua Portuguesa. Talvez você não soubesse disso, mas o personagem principal de “Apolinário - o Homem-Dicionário”, do escritor Fábio Yabu (também criador de “Princesas do Mar”), provavelmente tem esta data marcada no calendário.
O tal Apolinário é um homem muito inteligente e apaixonado pelo nosso idioma. Nas rimas do livro, você vai descobrir que o problema é que ele era um tanto mal humorado e não perdoava um deslize sequer no português.
Tudo começa quando um misterioso senhor lhe vende um dicionário usado, que tinha uma palavra faltando. Apolinário faz questão de ler e aprender tudo que está escrito lá e nem liga para aquela falha. “É só uma palavra, que diferença faz?”, ele diz.
Com todo o grande conhecimento que tem, ele segue a vida: estudante exemplar, que só tirava notas altas, ele até vence um disputado concurso de televisão. Depois, vira professor e ganha um prêmio importante. Mas a vida de um sabe-tudo não é fácil. Apesar de toda sua inteligência, Apolinário sabe que alguma coisa lhe falta.
Por isso, quando reencontra o vendedor do dicionário, ele faz tudo para saber qual era a palavra desconhecida. Mas o velhinho se nega a contar: Apolinário teria que descobrir sozinho. Então ele decide viajar, sem rumo, em busca de conhecimento. Chega a Minas Gerais e lá encontra um dialeto que nunca tinha ouvido antes. "Uai"? "Tutu"? "Doidim"? Que língua era aquela?
Quem ensina isso – e muito mais – a ele é uma moça chamada Conceição. Com um “jeitim" todo especial de falar, do tipo que não se preocupa com transitivos indiretos, ela consegue amolecer o coração de Apolinário. Sem imaginar, ela vai mostrar a ele o significado da palavra que Apolinário tanto buscou aprender.
"Apolinário - o Homem-Dicionário"

Idade:
A partir de 10 anos
Editora: Panda Books
Autor: Fábio Yabu
Ilustrador: Daniel Bueno

Nenhum comentário:

Postar um comentário