Loading...

Atividades de incentivo a leitura



Sugestões de atividades de incentivo à leitura

Muitas vezes, nós temos dúvidas em relação à que atividades desenvolver para estimular os pequenos leitores. Para isso, a professora Rejane Jorge elaborou este "cardápio" de atividades que acreditamos serem úteis no trabalho em sala de aula, e por que não dizer no Clube de Leitura? Fiquem à vontade para adaptá-las à realidade dos seus pequenos, só pedimos que seja citada a fonte. Boa degustação!

CARDÁPIO DE LEITURA

Dinamizadora: Rejane Jorge

RODA DA LEITURA
Todos os alunos, sentados em forma de círculo, para a realização da leitura do dia;

VENDER O LIVRO
Todos os alunos, após a leitura do livro, um por vez, farão a apresentação do livro lido. Deverão, no seu momento, convencer aos demais que o livro é bom;

DRAMATIZAÇÃO DO LIVRO
O professor deverá sugerir 03 (três livros para os alunos escolherem. Após, realizará a leitura e o desenvolvimento teatral do texto, envolvendo-os na história e na dramatização;

PROPAGANDA DO LIVRO
O aluno fará o papel do autor para promover a propaganda do livro, porém, não poderá contar o final do mesmo;

CAIXINHA DE LEITURA
O professor selecionará algumas frases, parágrafos curtos, textos e outros, colocando-os em uma “caixa”. No momento reservado à leitura, cada aluno retirará da caixinha-surpresa o que deverá ler no dia;

PALANQUINHO
Ao término da leitura, o aluno subirá no palanquinho para falar que parte do livro gostou mais. Ele torna-se o centro das atenções;

CONTADOR DE HISTÓRIA
No momento integração do “curtindo as leituras”, o zelador, o pai, a coordenadora e outros mais, serão convidados para contar uma história;

ALÔ LEITURA
O professor dividirá a turma em grupos de 2 a dois (dois a dois), que simularão uma ligação telefônica para contar ao amigo o livro que escolheu e o que mais lhe chamou a atenção ao tê-lo;

PAINEL DE LEITURA
Cada aluno escreverá uma frase que identifique o livro por ele lido. Essa frase vai para o painel, destacando a leitura realizada no dia;

SELF-SERVICE
O professor enfeita uma cadeira para colocá-la em frente aos demais alunos e assim, o alunos escolhido, falará sobre o livro lido;

GIRA-GIRA DO LIVRO
Cada aluno lerá uma página do livro, e ao final, todos terão participado;

MÚSICA NA LEITURA
“Curtindo as leituras” é o momento onde o professor escolherá uma música para trabalhar; a letra, a melodia e a interpretação... é um instante descontraído e diferente;

FEIRA DO LIVRO
O professor promoverá na escola, uma feira de exposição de livros lidos pelos seus alunos. Convidará outras turmas para que, durante o evento, possam apreciar as apresentações dos livros. Cada aluno apresentará 03 (três livros na exposição;

TROCA-TROCA NA LEITURA
Após a realização da leitura diária, o professor fará a divisão da turma em grupos de 02 (dois a dois) ou 03 (três a três), para que, troquem experiências sobre os livros lidos – cada um no grupo fala do livro que leu;

TEATRO NA LEITURA
Lido o livro escolhido, o aluno apresentará o conteúdo da história através de teatro – de vara, fantoches, dobraduras e outros;

RECONTANDO A HISTÓRIA
Momento em que cada aluno terá a oportunidade de recontar uma história, uma fenda, “causo” ou fato real;

TEXTOTECA
É quando o professor colocará à disposição dos alunos, textos diversos para leitura;

REPÓRTER DA LEITURA
O professor escolherá um aluno para ser o repórter. As perguntas deverão ser direcionadas para o questionamento pelo entrevistado;

PERSONAGEM DA HISTÓRIA
Realizada a leitura do dia, o aluno deverá comentar os personagens que mais se destacaram na história em questão;

CADERNO DE LEITURA
O professor sorteia um aluno para trazer um texto que será lido naquele dia;

BIBLIOTECA
O professor deverá escolher um dia para levar os alunos para a biblioteca;

MURAL DE TEXTOS
O professor pedirá aos alunos que tragam de casa textos variados, que deverão ficar afixados em mural para que os alunos leiam;

RECEITA CULINÁRIA
Você traz vários livros de culinária, pede para escolher sua receita predileta, escrevê-la no caderno e interpretá-la, começando por: qual é o título do texto? Se for possível, faça o dia da culinária, execute com a turma uma receita;

CINEMA
Levá-los a conhecer o cinema da cidade e dar-lhes a oportunidade de assistir um filme para depois debatê-lo;

CORREIO NA ESCOLA
Nos livros de Magda Soares, há todos os procedimentos de uma carta. Depois de desenvolver esse processo da criação de uma carta com os alunos, peça-lhes que enviem pelo correio.
http://leituramesquita.blogspot.com/2009/09/sugestoes-de-atividades-de-incentivo.html

Atividades para desenvolver os objetivos de leitura da página 11

Desenvolver estratégias para haver sentido na aprendizagem é um meio de garantir êxito no desenvolvimento de uma atividade escolar.Utilizar-se de diferentes gêneros textuais possibilita a percepção da criança na diferença de estilo de linguagem em cada um deles. Sendo assim,apresento abaixo uma parlenda com atividades interativas que possibilitará desenvolver os objetivos que também seguem abaixo expostosBrincando e aprendendo
Em uma turma de 1 ano, 6/7 anos, a turma pode ser levada para o pátio para a brincadeira do lenço atrás ( a turma senta-se em roda no chão, um (a) aluno (a) por trás dos alunos anda e a turma vai cantando a parlenda.Ao acabar a cantiga a criança coloca o lenço atrás de algum(a) colega e sai correndo para sentar-se no lugar do mesmo, e assim sucessivamente) A parlenda pode ser variada, mais sugiro hoje a seguinte:

Corre, cutia,
na casa da tia,
corre cipó,
na casa da avó,
lencinho na mão,
caiu no chão,
moça bonita
do meu coração!


Após, a brincadeira, os alunos voltam para sala e lá, pode-se dar uma tarefa de complete, com palavras que são rimas, aproveitar para explorar esse tipo textual pedindo que eles exponham outras palavras que fazem rimas, associar também a imagem à palavra.


#Com essas atividades podemos alcançar os seguintes objetivos:

# Desenvolver habilidades linguísticas e cognitivas. ( Ao cantar e pronunciarem as palavras de modo coeso)

# Desenvolver memorização. ( Eles acabam decorando a parlenda por se identificarem com ela e por cantarem por vários momentos)

# Perceber os sons da lingua.( Eles perceberam através das atividades que em algumas palavras a última o som da sílaba se repete, formando as rimas)

# Estimular a pronúncia clara dos sons. ( No canto da parlenda ir estimulando para a fala correta das palavras)
O Projeto Livro Aberto* tem algumas dicas para que sejam melhorados os aprendizes que dizem respeito à formação de leitores, bem como o resgate do leitor. Algumas metodologias eficazes criam ambientes educativos motivados para a leitura e a produção textual. Em conjunto, essas metodologias aplicadas colocam o aluno em estado de alegria, interesse e acaba por despertá-lo para o encantamento do mundo literário.
  • Exercite leituras para os seus alunos, em voz alta, de diferentes gêneros textuais, todavia incentive a leitura deles em voz alta para toda a turma. O som da própria voz estimula a leitura, bem como os diversos textos, de preferência aqueles que os alunos escolheram para trabalhar. Porque a múltipla escolha, partindo do próprio aluno, faz com que o interesse seja maior e coletivo.
  • Deixe que a arte flua, ande pela rua, ministre aulas em jardins, em museus, criando um espaço teatral, livre, moderno, peripatético, alternativo, que vá de encontro à inibição. Afinal, a maior manifestação concreta das letras se faz na representação do imaginário e incentivar este ato de representar é antes de tudo dar asas à imaginação e fazer com que o aluno exteriorize toda sua capacidade de compreensão e aprendizado.
  • Crie um ambiente de revisão textual feita pelos próprios alunos, porque desta forma o aluno consegue perceber na construção textual do outro a sua própria construção textual e faz com isso um crescimento múltiplo.  
  • Conte casos verídicos com suspenses, casos impressionantes, estimulando a imaginação do aluno, bem como que ele faça o mesmo. Coloque sempre em causa assuntos relevantes, que dizem respeito ao cotidiano da vida deles, bem como soluções para seus problemas. Crie um tempo para isso, que seja em forma de seminários.
  • Faça da sua aula, uma sessão de interação com a turma e a sociedade, buscando sempre a solução dos problemas em conjunto e que sejam ministrados de forma solidarias, como visitas em asilos, orfanatos, casas de detenções, escolas primárias, grupos solidários (como AIDS, luta contra o racismo, ecologia, fome, etc.). À medida que a turma vai se sentindo solidária, a tendência dessa percepção de utilidade é virar uma corrente muito forte e com realizações concretas para o bem de todos, numa engrenagem única e ao mesmo tempo múltipla que só tem a crescer de forma benéfica.
  • Plante e execute a idéia do trabalho voluntariado com projetos concretos, que busque apoio na própria escola, com a associação de pais e mestres, direção, órgãos públicos, etc. Busque apoio junto com seus alunos.
  • E, acima de tudo, seja amigo do seu aluno, procure um tempo para ter um contato mais pessoal com ele, que fuja das apostilas, das rotinas dos exercícios em sala de aula e faça-o ser atuante, como responsável, da sociedade, na qual todos fazem parte.
A conscientização do aluno é a maior força que uma escola pode ter, assim como a base de cada estado é a educação da juventude.
*Criado e desenvolvido, desde 2000, sob autoria de Gislaine Becker, o Projeto Livro Aberto trabalha com projetos que visam por meio da metodologia no ensino da literatura resgatar o prazer da leitura, bem como formar o leitor e tem como objetivo principal ministrar cursos para a formação do sujeito, por meio da leitura. Esses cursos são ministrados para Secretárias de Estado, juntamente com as escolas, para escolas da rede privada, bem como grupos individuais de alunos que precisam desenvolver a leitura e conseqüentemente, ampliar seu entendimento com o mundo.

Maiores informações:
http://illustramus.blogspot.com/
illustramus@gmail.com